Rivoli celebra aniversário e revela trunfos da nova programação até julho

"O Teatro Municipal do Porto, tal como a cidade, é de todos e para todos", declarou hoje o presidente da Câmara na apresentação das comemorações do 88.º aniversário do Rivoli, que vão durar três dias e estimular a curiosidade sobre a programação de março a julho, também hoje apresentada. Recordando Paulo Cunha e Silva e as ideias sobre a "cidade líquida" defendidas no início do projeto do Teatro Municipal do Porto (TMP = Rivoli + Campo Alegre), Rui Moreira referiu à vol doiseau todos os programas desenvolvidos pelo TMP
nestes anos dos seus mandatos autárquicos para mostrar que têm estado a ser "prenchidos todos os espaços" que a Cultura deve prencher, sejam eles os espaços grográficos que abranjam toda a cidade ou sejam todos os públicos, do mais erudito ao menos conhecedor, do infantil ao sénior. Por isso, o autarca sublinhou que tanto a cidade como o seu teatro são "de todos e para todos". E o conceito de todos, neste caso, inclui também agentes culturais, companhias e artistas que trabalham a partir do Porto, assim como - cada vez mais - produtores, artistas e companhias vindos do estrangeiro. Tudo isso permite ao TMP apresentar uma "programação multidisciplinar, atenta ao mundo" e que assenta em grande parte nas parcerias com outras entidades, conquistando assim uma "crescente influência" a nível internacional. Nesse espírito, Rui href="http://www.municipiosefreguesias.pt/freguesia/201/Moreira">Moreira revelou um investimento de 645 mil euros na programação de março a julho, constante do volume II da temporada 2019/2020 do TMP, que foi hoje apresentado no subpalco do Rivoli através de uma visita-guiada pela timeline dos principais espetáculos que aí vêm. Totalizam 45 em 67 récitas, sendo 10 estreias absolutas, e entre eles sobressaem os da renovada parceria DDD - FITEI (Festival Dias da Dança / Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica), dois festivais que vão decorrer entre 18 de abril e 10 de maio com a participação de numerosos nomes de peso na cena internacional das artes de palco e performativas. Os destaques de março feitos pelo diretor artístico do TMP, Tiago Guedes, contemplaram os espetáculos de dança "Onironauta" da coreógrafa Tânia Carvalho, e
"Achterland", de Anne Teresa de Keersmaeker/Rosas, assim como os de teatro "Lécho des creux [Eco oco]", de Renaud Herbin, e "ESTRO / WATTS Poesia da idade do Rock", este resultante de um desafio conjunto lançado a Gonçalo Amorim (diretor artístico do TEP) e ao músico/one man show Paulo Furtado. Após várias outras sugestões especiais de Tiago Guedes para abril, maio, junho e julho, a "viagem" pela programação terminou com uma inversão
temporal até à semana em curso, para destacar as comemorações do 88.º aniversário do Rivoli. O respetivo programa (que está AQUI) vai decorrer já nesta quinta-feira e no sábado, tendo uma reposição no domingo para permitir nova oportunidade a quem não consiga assistir às propostas. Uma sessão especial das Quintas de Leitura abre estes dias de festa para uma série de espetáculos para diferentes públicos e em que a entrada é gratuita, podendo os bilhetes (para sábado e domingo) ser levantados na bilheteira do Rivoli no sábado, 18 de janeiro, a partir das 11 horas, no máximo de dois bilhetes por pessoa e por espetáculo (sujeito à lotação das salas). Os bilhetes que ficarem disponíveis e que não forem levantados no sábado, poderão ser levantados no domingo, também a partir das 11 horas e nas mesmas condições. Acompanhe toda a href="https://www.teatromunicipaldoporto.pt/pt/calendario/?ano=2020" target="_blank">programação do Teatro Municipal do Porto.
Notícia publicada pelo Municipio de Porto






Ajude a divulgar!
Partilhe esta notícia no


Ou dê o seu like!