Exposição fotográfica As Águas Correm do Passado para o Presente

A exposição fotográfica As Águas Correm do Passado para o Presente, da autoria de Pedro Inácio, museólogo e investigador na área do património cultural da água, é inaugurada no dia 29 de fevereiro, sábado, às 17.30 horas, no Espaço Multiusos da Fortaleza de Santiago.A mostra evidencia duas dezenas de chafarizes, destinados a distribuir a água, em tempos mais ou menos longínquos, pelas aldeias, vilas e cidades portuguesas.A iniciativa surge na sequência da mostra fotográfica dedicada aos Aquedutos de Portugal, também da autoria de Pedro Inácio, inaugurada no verão de 2018, no Museu Marítimo de Sesimbra. O elemento água é o fundamento comum destas duas exposições, considerando os diferentes equipamentos hidráulicos fotografados, construídos para o abastecimento de água para consumo humano,
em diferentes épocas históricas.

A exposição está patente até 29 de março e pode ser visitada de quarta a sexta, das 15 às 17.30, e aos sábados e domingos, das 15 às 18 horas. Saiba mais...Durante muitos séculos a água, através da sua essência e frescura, jorrou pelos chafarizes e pelas fontes de Portugal saciando a sede dos humanos e de outros seres vivos. Parte considerável dessa água permitiu prosperar pequenas e médias indústrias, contribuindo progressivamente para o desenvolvimento económico do nosso país. Atualmente impõe-se salvaguardar e valorizar estes monumentos, recordando a importância histórica deste valioso património cultural. Recordemos, pois, os chafarizes e as fontes que integram esta mostra de fotografias, selecionadas para homenagear as águas sem tempo e de todos os tempos. Sim,
em virtude de todos os tempos, merecem continuar a exaltar o (en)canto e a magia da água.


Notícia publicada pelo Municipio de Sesimbra






Ajude a divulgar!
Partilhe esta notícia no


Ou dê o seu like!