C-mara Municipal regozija-se com o aumento de nascimentos em 2020

De acordo com os dados fornecidos pela Pordata (base de dados sobre Portugal com estatísticas oficiais e certificadas sobre o país e a Europa), o concelho de Cabeceiras de Basto registou, no ano de 2020, um total de 111 nascimentos, o valor mais elevado desde o ano de 2016 e que representa, em relação ao ano de 2019, um aumento na ordem dos 29%.Com efeito, no ano de 2019 Cabeceiras de Basto registou 86 nascimentos, ao passo que no ano de 2018 o número chegou aos 99. No ano de 2017 foram 108 os bebés nascidos nesta Terra de Basto que em 2016 contabilizou 93 nados-vivos.

A Câmara Municipal congratula-se com este aumento de nascimentos que contrariam a tendência de descida, na ordem dos 2,5%, que se verificou em Portugal.

Em termos comparativos, Cabeceiras de Basto foi o concelho das Terras de Basto que registou maior número de nascimentos (111), seguindo-se Celorico de Basto (99), Ribeira de Pena (36) e Mondim de Basto (29).

A Câmara Municipal acredita que o trabalho, transversal aos vários setores de atividade, que tem vindo a desenvolver nos últimos anos contribuiu para esta realidade. De salientar que a autarquia tem em vigor um conjunto de apoios e incentivos às famílias, desde logo, o incentivo à natalidade, mas também a redução das taxas de IMI para agregados familiares com dependentes, a adoção de tarifários especiais de água e saneamento para famílias com mais de quatro elementos e a redução de taxas e licenças para jovens no que diz respeito à construção/reconstrução e/ou ampliação de habitação própria.

Disponibiliza também um conjunto significativo de outros apoios às famílias com crianças e jovens em idade escolar, apoiando igualmente a instalação de empresários nas áreas agrícola, pecuária e florestal, entre outros. Trata-se de medidas e apoios diversos disponibilizados às famílias Cabeceirenses que têm contribuído para a melhoria da qualidade de vida dos agregados familiares.

De referir que em 2020 beneficiaram do apoio à natalidade 79 candidaturas apresentadas (500 euros).

Estas medidas implementadas pela Câmara Municipal nos últimos anos, valeram já a Cabeceiras de Basto três distinções com o galardão de ‘Autarquia + Familiarmente Responsável’ pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis, nos anos de 2018, 2019 e 2020.

A Câmara Municipal congratula-se, assim, com o aumento de nascimentos no concelho, evidenciando o mesmo empenho em continuar a trabalhar para que esta tendência de subida se possa manter neste e nos próximos anos, na certeza de que é bom viver em Cabeceiras de Basto.
Notícia publicada pelo Municipio de Cabeceiras de Basto






Ajude a divulgar!
Partilhe esta notícia no


Ou dê o seu like!