Autarquia cede terreno para nova Unidade de Cuidados Continuados

A Câmara Municipal do Montijo aprovou, por unanimidade, a cedência de um terreno em direito de superfície à Santa Casa da Misericórdia do Montijo para construção de uma Unidade de Cuidados Continuados para Demências e Doenças Neurodegenerativas, na reunião pública de 5 de dezembro.

“A unidade destina-se à proteção de cidadãos adultos em situação de dependência que necessitem de cuidados e de assistência, em resultado de demência ou doença neurológica degenerativa” explicou o presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta.

“A
estância de média e longa duração servirá os interesses da população do Montijo e de toda a península de Setúbal e pretende constituir-se também como um motor de criação de novos postos de trabalho”, disse o presidente, sublinhando o interesse deste esquipamento: “uma proposta com grande importância para o Montijo para termos uma resposta social mais completa, mais abrangente e qualificada”.

O terreno destinado à construção do equipamento tem uma área total de 7 143 m2, com o valor patrimonial de 150 409,75€ e está localizado na Rua Gomes Eanes de
Azurara.

Este equipamento reveste-se de elevada importância, uma vez que os problemas de saúde mental aliados a situações de demência, com o aumento da esperança média de vida e com o envelhecimento da população importam severas consequências para a vida das famílias.

A Santa Casa da Misericórdia prevê, ainda, a existência de condições de formação e desenvolvimento de conhecimento nesta área, estabelecendo parcerias de cooperação científica e académica, nomeadamente com universidades.

O direito de superfície, pelo prazo de 50 anos renováveis automaticamente por períodos de dez anos, pressupõe o início da construção do equipamento num prazo de cinco anos a partir da data de
celebração da escritura de constituição do direito de superfície.

 


Notícia publicada pelo Municipio de Montijo






Ajude a divulgar!
Partilhe esta notícia no


Ou dê o seu like!